Levar crianças aos museus deveria ser uma coisa natural, mas é verdade que muitos pais e mães ficam estressados com a ideia de ver os filhos gritando, fazendo pirraça ou chorando nos corredores. Mas o comportamento dos pequenos diante de obras de arte ou de documentos históricos pode surpreender positivamente. E será que não é melhor expôr nossos filhos  à beleza o mais cedo possível? Claro que é importante respeitar as possibilidades de cada um e a idade dos pequenos. Não adianta nada obrigar as criaturinhas a passarem horas e horas a fio em um museu sem o menor prazer. Nas nossas dicas de viagem a Paris e a Coimbra, já demos algumas sugestões de passeio.

Nessa nossa pequena listinha de hoje, vamos nos concentrar em  museus que foram visitados por nós com nossos filhos e aprovados por eles. Selo Mães no Mundo de qualidade. 😉

1) Casa do Charles Chaplin, Vevey, Suíça

IMG_3466
Escritório de Charles Chaplin na sua casa transformada em museu.

O museu de Charles Chaplin foi uma visita surpreendente. Meu filho de 6 anos não conhecia os filmes do Charlô e, mesmo assim, foi amor à primeira vista. O percurso do museu começa por um pequeno documentário que apresenta uma compilação das melhores cenas de Carlitos e a importância da sua obra na história. A galeria com bonecos de cera misturados a projeções de filmes também encanta. Para quem for com carrinho (eu fui levando os dois filhos), o acesso é super fácil, tem fraldário, elevador e o pessoal super atencioso.  Nos jardins, dá para correr, aproveitar a paisagem e tomar um café gostoso.

2)  Museu Picasso, Paris

Captura de Tela 2017-06-21 às 13.58.35.png
Detalhe de quadro de Picasso.

O museu Picasso já é em si uma obra de arte. A estética cubista de Picasso agrada as crianças que ficam, no mínimo, curiosas, com os traços do pintor. Como a coleção é muito rica, mesmo se os pais tiverem que fazer a visita num ritmo acelerado, já vale a pena. Depois das longas obras de restauração, o espaço ficou ainda melhor.  Dá para circular com carrinho de bebê, mas a organização do museu faz a ressalva que só dá para entrar com carrinhos de bebê de pequeno porte. Os modelos grandes são barrados.

3) Quai Branly, Paris

captura-de-tela-2017-06-21-c3a0s-14-20-07.png

Visitei esse museu com  meu filho quando ele ainda era bem pequenininho (uns 3 anos, acho). O acervo, dedicado às artes primitivas de povos da África, da Ásia, da Oceania e das Américas, tem tudo para agradar ao público jovem. Esculturas indígenas, máscaras de cultos africanos e muitos objetos que servem também para explicar para os pequenos que já existia uma história rica e complexa fora da Europa e muito anterior aos que se aprende nos livros escolares.

captura-de-tela-2017-06-22-c3a0s-14-23-48.png

Não cheguei a utilizar o serviço, mas na recepção do museu é possível  pegar emprestado (e de graça) carrinhos de bebê, cadeira de rodas, bengalas etc. Basta deixar a carteira de identidade para assegurar o empréstimo.

4) Musée du Nouveau Monde, La Rochelle

captura-de-tela-2017-06-21-c3a0s-14-25-18.png
O Museu do Novo Mundo é ideal para começar a explicar a história da escravidão dos africanos.

Eu amo La Rochelle que, aliás, merece um roteiro à parte. Incluí esse museu no roteiro por uma razão afetiva. Foi o primeiro que visitei com meu filho que tinha, à época, cinco meses. O museu é pequeno, o que é ideal para um giro rápido,  mas tem um acervo rico. No museu, estão documentos importantes sobre a história da escravidão e sobre a participação francesa nesse triste comércio. Pretendo voltar com meus pequenos para mostrar os mapas que mostram o tráfico de escravos para o Brasil.

Instalado num casarão com muitas escadas, o acesso com carrinho de bebê não é fácil. Melhor levar no canguru (aqui indicamos para #mãesviajantes alguns modelos já testados por nós).

5) Musée Histoire Naturelle, Genebra, Suíça

captura-de-tela-2017-06-21-c3a0s-14-12-37.png

O museu, que foi batizado de museu do dinossauro pelo meu filho e seus amigos, tem uma galeria dedicada às criaturas pré-históricas, mas a coleção também traz curiosidades sobre outras espécies e sempre acontecem exposições interessantes para os pequenos. Além do acesso fácil para pequenos de todas as idades, a entrada é gratuita. Também é possível organizar aniversários infantis no museu.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s